Os melhores da Copa do Mundo de 2010

Opinião final: Havia apostado na conquista da Alemanha – e, sem querer ser chato, creio que pela campanha neste mundial a seleção de Joachim Löw deveria levar a taça para casa; mas, e isso é importante, o resultado final foi justo, afinal de contas, a Espanha foi superior no confronto direto da semifinal e, principalmente, mostrou sua identidade durante todo o torneio: foi a seleção do toque de bola, da organização, do trabalho de grupo, da paciência, do fair play – mas todo o mundo já ouviu falar disso…. Resumindo, foi uma conquista merecida, apesar da Alemanha.

Eu adorei a Copa do Mundo da África do Sul. Poucos torneios foram tão peculiares quanto este: as vuvuzelas, a Jabulani (não lembro de outra bola tão “humana” na história do futebol), o título espanhol, a força sul-americana, as musas… e, claro, o polvo Paul –  a reencarnação de Nostradamus. Os jogos, em termos técnicos, podem ter deixado a desejar – realmente não vimos esbanjamento de genialidade nos gramados – mas emoção e carisma, com certeza, não faltaram. Eu sinceramente não tenho do que reclamar.

Os 11 jogadores da seleção ideal de 2010: Iker Casillas (Espanha)/ Puyol (Espanha) e Friedrich (Alemanha)/ Philipp Lahm (Alemanha) e Jorge Fucile (Uruguai)/ Schweinsteiger (Alemanha) e Iniesta (Espanha)/ Thomas Müller (Alemanha) e Sneijder (Holanda)/ David Villa (Espanha) e Diego Forlán (Uruguai)

Técnico: Joachim Löw (Alemanha)

A musa: Apesar de Larissa Riquelme… Sara Carbonero!

O hino: O da Alemanha, sempre.

O vexame:

Coisa feia.

O personagem: Mas claro que é o polvo Paul!

I´d like to be under the sea
In an octopus’ garden in the shade
He’d let us in, knows where we’ve been
In his octopus’ garden in the shade

I’d ask my friends to come and see
An octopus’ garden with me
I’d like to be under the sea
In an octopus’ garden in the shade.

We would be warm below the storm
In our little hideaway beneath the waves
Resting our head on the sea bed
In an octopus’ garden near a cave

We would sing and dance around
because we know we can’t be found
I’d like to be under the sea
In an octopus’ garden in the shade

We would shout and swim about
The coral that lies beneath the waves
(Lies beneath the ocean waves)
Oh what joy for every girl and boy
Knowing they’re happy and they’re safe
(Happy and they’re safe)

We would be so happy you and me
No one there to tell us what to do
I’d like to be under the sea
In an octopus’ garden with you
In an octopus’ garden with you

E o Brasil? Em 2014 a gente conversa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s