Desafio do além (1963)

Um pesquisador de fenômenos sobrenaturais descobre a existência de uma mansão chamada Hill House, abandonada nos últimos 90 anos e famosa pelos relatos de mortes bizarras e aparecimento de forças inexplicáveis. Reúne duas mulheres com histórico de contatos com o sobrenatural e mais um rapaz que herdará a mansão – juntos formam o grupo que irá passar um período no assustador lugar, em que a ajuda mais próxima se encontra a uma distância considerável, na cidade. A história de The Haunting, nota-se, não apresenta nenhuma novidade, principalmente hoje em dia (e mais ainda para aqueles que cresceram vendo filmes de espíritos). No entanto, como todos sabem, não é a história em si que importa no cinema – e, sim, a forma como ela é contada, conduzida. Nesse quesito a trama de Robert Wise apresenta ousadia suficiente para elevá-la a um patamar superior dentro do seu gênero. Da mesma maneira que se propõe a existência de uma mansão com vida própria, que “encara” os hóspedes e os leva a cometer delírios, a mise-en-scène de Wise também é um organismo instável, que a qualquer momento pode nos surpreender com um ângulo inusitado, com artifícios proporcionados pela elegante fotografia em preto-e-branco, ou com closes nos momentos de maior interação entre as personagens e o ambiente – a presença de espelhos por toda a mansão, de inúmeras portas, janelas, tapetes são fundamentais para criar essa “vivacidade” no filme, que só poderia ter sido filmado em widescreen tamanha a quantidade de detalhes a ser explorada. The Haunting certamente não é uma obra-prima, mas também não é por acaso que tenha se tornado, com o passar dos anos, uma referência no gênero, levando adiante o que se prega em seu pôster: “Você pode não acreditar em fantasmas, mas não pode negar o terror!”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s