Antes que o diabo saiba que você está morto (Sidney Lumet, 2007)

Cinqüenta anos separam o primeiro filme de Sidney Lumet do seu último. Vou repetir: cinqüenta anos. Uma vida. E o que dizer de uma carreira como essa? Há maior prova de talento do que, octogenário, e já dono de uma filmografia invejável, realizar um filme com intensidade e frescor raros entre os diretores das novas gerações? Realmente, não se duvida da capacidade do homem que faleceu hoje e para quem Woody Allen, seu amigo pessoal, reservou as seguintes palavras: “Estou constantemente espantado com a quantidade de filmes maravilhosos da sua prodigiosa carreira e como tantos atores e atrizes fizeram seu melhor sob a direção dele. PS.: Conhecendo Sidney, ele terá mais energia morto do que muitas pessoas vivas.”

Aliás, o mesmo Woody Allen lançou naquele ano de 2007 um filme bastante parecido com este Before the devil knows you’re dead. Trata-se, como o leitor deve saber, de Cassandra’s Dream, também sobre dois irmãos que, para conseguir dinheiro, escolhem o caminho da criminalidade e acabam cometendo um assassinato com conseqüências inesperadas. Ambos os filmes estão, em termos de qualidade, no mesmo nível. Também se aproximam no pessimismo a respeito deste mundo onde as pessoas surpreendem cada vez mais com aquilo que são capazes de fazer por dinheiro: seja para subir na vida ou para pagar as dívidas, não importa, o espanto é constatar o atropelo dos valores e a pouca importância dada ao valor da vida humana. Mas, sendo os dois filmes tragédias atemporais, os cúmplices da história não escaparão, seja da culpa ou da lei ou até mesmo do passado – em suma, não escaparão do destino.

Em Before the devil… apesar de as personalidades dos irmãos interpretados por Philip Seymour Hoffman e Ethan Hawke serem quase as mesmas de, respectivamente, Ewan McGregor e Colin Farrell no filme de Woody Allen, Sidney Lumet cria ainda mais camadas na relação entre ambos. E centraliza a figura patriarcal de Albert Finney – um homem frio, duro, distante, exatamente como o seu filho mais velho, Seymour Hoffman, que recebeu menos carinho e atenção entre seus irmãos: o rancor ainda persiste, e não por acaso é ele que planejará o assalto à loja dos próprios pais, já velhos, esperando a morte chegar naturalmente. Ethan Hawke deveria concretizar o crime, mas, sem coragem, contrata um malandro qualquer para fazê-lo em seu lugar: no final das contas, o assaltante e a mãe deles morrem após troca de tiros.

A partir daí, a desestruturação da família – ou melhor, das famílias – apenas cresce até chegar a um ponto irreversível. É como se aquilo tudo estivesse se acumulando ao longo dos anos para explodir de vez. Os ressentimentos, porém, provavelmente ficariam guardados no íntimo de cada um deles, enquanto suas vidas seguissem em frente: é aquela fatalidade do começo do filme que, como uma fila de dominós, vai derrubando um por um – cuja violência vai muito além das palavras. Daí que o roubo seja secundário na história: seu papel é apenas de um catalisador sem precedentes. Before the devil… está longe de ser um filme de ação, mesmo com sua estrutura intrigante na passagem do tempo e com a quantidade de assassinatos: é uma tragédia familiar ambientada entre a ganância e estupidez do mundo em que vivemos. Os personagens, mais do que fugir da lei, fogem de si mesmos neste último trabalho de Sidney Lumet. À altura de sua prodigiosa carreira.

Anúncios

2 comentários sobre “Antes que o diabo saiba que você está morto (Sidney Lumet, 2007)

  1. Before The Devil… é um belo filme, sem dúvida. E cada vez mais o desaparecimento destes grandes realizadores do passado vão deixando vazias cadeiras que muito dificilmente serão ocupadas pelos rabos das futuras gerações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s