Uma Aventura na África (John Huston, 1951)

– Pronto, Senhorita. Gostou?

– Se gostei?

– Da água espumosa das corredeiras.

– Nunca imaginei…

– Não a culpo por ter tido medo. Qualquer pessoa com juízo teria.

– Nunca imaginei que uma experiência física pudesse ser assim tão estimulante!

– Como, Senhorita?!

– Poucas vezes antes experimentei este tipo de excitação! Algumas vezes apenas, com os sermões do meu querido irmão, quando o Espírito Santo tomava posse dele!

– Quer dizer que está disposta a continuar?

– Naturalmente.

– Está louca, Senhorita?!

– Perdão?

– Sabe o que podia ter acontecido se tivéssemos batido em alguma rocha?

– Mas não batemos! Confesso-lhe que estou admirada com a sua perícia, senhor Allnut. Acha que se eu treinasse um pouco mais ao leme, algum dia poderia tentar?

– Senhorita, deixa eu te dizer uma coisa, estas corredeiras não são nada comparadas com as que se seguem! Pensando melhor, nem sequer as chamaria de corredeiras!

– Mal posso esperar!

(…)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s