Vida besta…

Steve McQueen e sua filhinha, Terry, pelas ruas de Los Angeles em 1964.
Henry e Jane em algum momento dos anos 50.
Mastroianni contemplando o cartaz italiano de A Felicidade Não Se Compra.
Audrey Hepburn aproveitando a vida e o céu azul, azul até demais, no ano de 1951.
Marilyn desenvolvendo sua capacidade de pensamento, linda como sempre.

Deus salve a piscina!

(…) Hollywood, como se sabe, tornou-se Hollywood apenas porque oferecia sol e tempo seco o ano inteiro – daí o cinema ter-se mudado de Nova York para lá em 1909 e só então ter-se tornado uma indústria. Os primeiros magnatas dos estúdios construíram as primeiras mansões da região (mansões, mesmo, com noventa ou cem quartos) e já as equiparam com piscinas. Mas, em pouco tempo, alguns de seus principais atores ficaram também tão ricos que seguiram o exemplo: Mary Pickford e Douglas Fairbanks, Pearl White, Charles Chaplin, Harold Lloyd. Os magnatas, longe de se incomodarem, acharam ótimo: cinema é fantasia e, se pudesse promover a idéia de que os astros levavam uma vida de sonho sob um sol que nunca se punha, tomando refresco pelo canudinho, isso seria bom para os negócios. Cinema era uma diversão barata e sua platéia eram as grandes massas que levavam vidas medíocres (ou seja, “normais”), às vezes passando frio e necessidades. O sonho lhes enchia a barriga, embora não garantisse o bronzeado.  (Ruy Castro; Glamour à beira da piscina; 31/7/1999)

Grandes filmes de verão #3

Mulheres bonitas, praias, piscinas, pôker, bares, cruzeiros, viagens em trens, essas coisas.

Crown, o Magnífico (The Thomas Crown Affair, 1968)
A Princesa e o Plebeu (Roman Holiday, 1953)
Boogie Nights - Prazer Sem Limites (Boogie Nights, 1997)
O Pecado Mora ao Lado (The Seven Year Itch, 1955)
Era Uma Vez no Oeste (C'era una Volta il West, 1968)
Os Caçadores da Arca Perdida (Raiders of the Lost Ark, 1981)
Charada (Charade, 1963)

Grandes filmes de verão #1

Mulheres bonitas, praias, piscinas, pôker, bares, cruzeiros, viagens em trens, essas coisas.

Ladrão de Casaca (To Catch a Thief, 1955)
Os Homens Preferem as Loiras (Gentlemen Prefer Blondes, 1953)
007 Contra Goldfinger (Goldfinger, 1964)
A Primeira Noite de um Homem (The Graduate, 1967)
Gata em Teto de Zinco Quente (Cat on a Hot Tin Roof, 1958)
Um Tiro no Escuro (A Shot in the Dark, 1964)
Quanto Mais Quente Melhor (Some Like It Hot, 1959)